Mulher teve celular furtado em show

​Organizadores de um festival de música sertaneja realizado há dois anos no estacionamento do Shopping Bosque dos Ipês, na região norte de , terão de pagar cerca de R$ 3,5 mil de indenização por danos materiais a uma das vítimas do ‘arrastão' que aconteceu durante o evento. 

De acordo com informações do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), durante o festival de músicas, o celular da vítima, um iPhone 6, foi furtado. O aparelho estava no bolso da calça do namorado dela e foi levado durante a série de furtos.

A vítima diz que relatou o fato aos seguranças do evento, mas que foi informada de que eles não poderiam ajudá-la porque outras pessoas foram lesadas. Ela argumenta que houve negligência por parte da segurança, considerando que permitiram que os autores pulassem o muro. A vítima pediu indenização por danos morais e materiais.Vítima de 'arrastão' em shopping será indenizada em mais de R$ 3,4 mil

Em seu voto o relator do recurso, desembargador Luiz Tadeu Barbosa Silva, disse que ficou comprovada a negligência dos promotores do evento, que não providenciaram seguranças em número compatível com a envergadura do festival de música.

Quanto aos danos morais, o relator entende que não são devidos, já que o caso é de mero aborrecimento.

As empresas envolvidas na realização do evento foram condenadas a reparar o valor equivalente ao do aparelho celular R$  3.499,00. 

Arrastão –

A série de furtos e roubos ficou conhecida como o maior arrastão realizado em Mato Grosso do Sul. Na ocasião cerca de 400 celulares foram furtados. Ao todo, foram registrados 250 boletins de ocorrências nas delegacias da Capital, sendo 100 apenas na Depac (Delegacia de pronto atendimento comunitário) Piratininga.