Cotidiano

VÍDEO: esgoto com fezes transborda e moradores temem contaminação

Problema ocorre há mais de quatro anos

Midiamax Publicado em 26/01/2017, às 13h16

None
esgoto_jardim_seminario_2_-_midiamax.png

Problema ocorre há mais de quatro anos

Um problema na rede de esgoto na Rua do Seminário, entre as ruas Teodomiro Serra e Ovídio Serra, em Campo Grande, tem incomodado moradores e comerciantes. Segundo relatos, toda vez que chove na região, a água e até mesmo fezes que saem da caixa coletora, se espalham acompanhadas de um odor constrangedor que chega a espantar visitas e clientes dos estabelecimentos comerciais situados no local. 

Dono de uma serralheira na frente do esgoto, Antônio Salvador Mendes Borges, de 55 anos, é um dos que mais sofrem com o problema. Ele afirma que tem perdido clientes por conta do mau cheiro e destaca que até mesmo ele, não consegue permanecer no local por muito tempo.

"Os clientes evitam vir aqui quando chove e nos dias seguintes também porque o mau cheiro é muito forte. Tem dia que nem eu consigo trabalhar direito, fecho as portas e vou embora. O esgoto transborda e o odor é horrível. Os carros passam, jogam a água com merda em quem está a pé.  Já reclamei para Águas Guariroba várias vezes. Isso é um desaso com a população", observa.

Tânia Cristina dos Santos Borges, de 32 anos, também reclama da situação. "Toda vez que chove o esgoto transborda na frente da nossa casa. Fica aquele cheiro horrível, além das vezes expostas. É um perigo. Estou gestante e tenho medo de pegar alguma bactéria, ter uma infecção por conta disso", frisa.

De acordo com as informações, a concessionária responsável pelos serviços de água, coleta e tratamento de esgoto em Campo Grande já foi informada sobre o problema, no entanto, as providências não foram adotadas.

"Já ligamos várias vezes na Águas Guariroba e nada. Em dezembro eles estiveram aqui e disseram que não tinham como resolver porque depende de um projeto muito grande e que só um engenheiro pode verificar. Esse problema já tem muitos anos e várias reclamações", ressalta.

A assessoria de comunicação da Águas Guariroba alega desconhecer a informação de que os moradores foram informados pela empresa de que não há condição de resolver o problema. Na manhã desta quarta-feira (26), uma equipe técnica esteve no local e constatou que o transbordamento é provocado por mau uso da rede de esgoto.

Conforme a explicação, a tubulação de esgotamento sanitário foi projetada para receber esgoto doméstico e não água de chuva e lixo, porém, o "os extravasamentos acontecem somente quando chove porque moradores lançam, de forma irregular, a água de chuva e lixo de seus quintais e calhas na rede de esgoto".

A assessoria de comunicação da Águas Guariroba diz que enviará equipe para desobstrução da rede coletora e que informará a Prefeitura, responsável por fiscalizar e identificar os "moradores que estão lançando água de chuva de forma irregular na rede de esgoto".

WhatsApp: fale com os jornalistas 

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Assista ao VÍDEO enviado ao Jornal Midiamax.

(Matéria editada às 11:42 para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax