Cotidiano

VÍDEO: chuva causa alagamentos e transtorno no trânsito da Capital

O Centro foi a região com maior incidência de chuva

Midiamax Publicado em 18/01/2017, às 22h30

None
anhaduizinho.jpg

O Centro foi a região com maior incidência de chuva

Em menos de uma hora de chuva vários pontos de Campo Grande ficaram alagados na tarde desta quarta-feira (18). O córrego prosa transbordou dificultando o trânsito em parte da Avenida Fernando Corrêa da Costa e ocorrências como quedas de árvores e até casas alagadas, também já foram registradas pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo a Defesa Civil, o centro da Capital foi o com maior incidência de chuva. Em pouco tempo, a Rua Rio Grande do Sul, no trecho entre as ruas Ricardo Brandão e Joaquim Murtinho, ficou alagada e o Córrego Prosa transbordou em alguns pontos, impedindo ciclistas e pedestres de passar pela rua.

Motoristas de veículo menores também evitavam passar pela região e apenas condutores de caminhonetes se arriscavam no local. O Córrego Anhanduizinho, na Avenida Ernesto Geisel, também transbordou, deixando a via com bastante água. Toda chuva, segundo o morador Francisco Rodrigues, de 41 anos, o  cruzamento da avenida com a Rua Bom Sucesso, alaga.

Para ele, a única solução é a canalização da água no local.  O motoentregador Cleber Bezerra, divide a mesma opinião. “Tem dois prédios nessa região que sempre alagam, toda vez é a mesma coisa”, contou.

No cruzamento entre as avenidas Calógeras e Eduardo Elias Zahran, um motorista precisou pedir socorro ao Corpo de Bombeiros para conseguir sair do carro, em virtude a força da água. Quem passou pala rotatória da Rua da Divisão, no Jardim Parati, também sofreu com a água acumulada na via.

Uma casa da Rua Anaurelina Pereira Moraes, no Residencial Flores, foi invadida pela água da Chuva e o Corpo de Bombeiros foi acionado para ajudar a família. A Rua Panambivera, no Jardim Tijuca ficou ilhada por causa da intensidade da chuva. Imagem enviada por um leitor mostra que a enxurrada tomou conta da via e fez com que motoristas que passaram pelo local redobrassem a atenção.

De acordo com a Defesa Civil Municipal, a região mais afetada pela chuva foi à área central da Capital, com média de 57,30 milímetros de água. Nos outros pontos da cidade os índices que informam a intensidade da água ficaram dentro da normalidade. Ainda conforme a Defesa Civil, nenhuma ocorrência de alagamento ou estrago foi atendida pelo órgão.

Confira o vídeo gravado no Jardim Parati:

Jornal Midiamax