Cotidiano

Sem noção: moradores enchem terreno de lixo no Los Angeles

Esta não é a primeira vez que área é usada para descarte

Midiamax Publicado em 26/01/2017, às 11h15

None
lixo_los_angeles_-_2.jpg

Esta não é a primeira vez que área é usada para descarte

Sofás, colchões, armários, pneus e até lixo doméstico que surgem no dia a dia são constantemente encontrados em terrenos públicos e particulares de Campo Grande. Em uma Rua Engenheiro Paulo Frontin, no Jardim Los Angeles, próximo do Rodoanel, na BR-262 em Campo Grande, o descarte do que já não tem mais utilidade está cada vez mais comum e, conforme relatos, os moradores são os responsáveis por fazerem do local um depósito de dejetos a céu aberto. 

Miguel Ângelo Barboza, de 40 anos, diz que trabalha na região e passa quase todos os dias pela área, que segundo ele, já foi limpa pela Prefeitura, no entanto, 'os moradores já estão acostumados' a descartarem lixo no local.

"Eu passo ali quase todos os dias e é assim, cheio de lixo. Sei que a Prefeitura já limpou essa área, mas o povo é muito porco, não respeita e sempre volta a jogar lixo nesse terreno. Desse jeito não adianta nada limpar", observa.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, o descarte de lixo em locais inapropriados é considerado crime ambiental e deve ser denunciado à Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e à Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista).

A assessoria de comunicação garante que a situação será encaminhada para a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) e destaca que em caso de terrenos particulares a obrigação da limpeza é do proprietário que também pode ser denunciado por meio do telefone: 156. A partir da denúncia,  uma equipe de fiscalização vai ao local verificar o problema e se constatada a  infração o responsável é notificado e recebe prazo de 15 dias para se manifestar e limpar a área.  Sem noção: moradores enchem terreno de lixo no Los Angeles

Multa aplicada em razão do descumprimento da notificação varia de R$ 2.010,50 a R$ 8.042,00, sendo a mesma implantada na inscrição imobiliária do imóvel.

WhatsApp: fale com os jornalistas 

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax