Cotidiano

Seis agências dos Correios tiveram a energia cortada em Mato Grosso do Sul

O motivo é falta de pagamento das faturas, segundo o sindicato

Diego Alves Publicado em 01/07/2017, às 02h50

None

O motivo é falta de pagamento das faturas, segundo o sindicato

Seis agências  dos Correios sofreram um “apagão” nesta quarta-feira (30) em Mato Grosso do Sul. De acordo com o Sintect-MS (Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso do Sul), o motivo é falta de pagamento das faturas.Seis agências dos Correios tiveram a energia cortada em Mato Grosso do Sul

Com isso, as agências tiveram a energia suspensa comprometendo o atendimento. Em uma das agências, segundo so sindicato, o corte foi efetuado no momento em que usuários eram atendidos.

O corte de energia suspendeu o funcionamento de agências nos municípios de Douradina, Bataguassu, Taquarussu, Sonora, Nova Andradina (agência no distrito de Casa Verde) e Campo Grande (agência Piquiri).

Para a presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios no estado, Elaine Regina Oliveira, o corte de energia é mais um capítulo da deterioração da gestão da empresa e não ocorre por falta de recursos financeiros. “É má gestão, é crise na gestão da empresa. O governo Temer, e o presidente dos Correios nomeado por ele, Guilherme Campos,  não têm nenhum compromisso com a manutenção de um Correios público e de qualidade. 

Ainda segundo a categora, a tempos “estão sucateando deliberadamente os Correios para a sua privatização”.  Dez agências já foram fechadas no estado, sendo a última no distrito de Quebra-Côco, deixando a população sem opção para pagamentos e recebimento de aposentadorias, além dos serviços normais dos Correios.”

Jornal Midiamax