Cotidiano

Radares fixos da Capital devem voltar à ativa com nova licitação

Equipamentos estão sem emitir multas desde 2016

Joaquim Padilha Publicado em 04/10/2017, às 13h41

None

Equipamentos estão sem emitir multas desde 2016

A Prefeitura de Campo Grande divulgou nesta quarta-feira (4) a abertura de licitação para contratar a empresa irá gerenciar o sistema de radares fixos da Capital, responsáveis pela fiscalização do trânsito e aplicação de multas.

Os equipamentos estão sem emitir multas desde o fim de 2016, quando encerrou o contrato com a antiga empresa responsável pelo funcionamento e gestão dos aparelhos, a Consórcio Cidade Morena. O consórcio operava os equipamentos desde 2010.

Em fevereiro, o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Janine Bruno, havia anunciado que a Agência preparava uma nova licitação para contratar uma empresa que ficaria responsável pelos equipamentos.Radares fixos da Capital devem voltar à ativa com nova licitação

Sete meses se passaram, e Janine anunciou ao fim de setembro que a licitação já estaria quase pronta, prestes a ser liberada pela Central de Compras da administração municipal. O valor máximo que a Prefeitura pode pagar pelos serviços prestados não foi divulgado, até o momento.

Para não deixar de cobrar as multas de infratores, a Agetran tem posto servidores com radares móveis em avenidas onde há frequentes ultrapassagens do limite de velocidade, como a Ministro João Arinos, Consul Asaf Trad e Lúdio Martins Coelho.

Jornal Midiamax