Prefeitura abastece postos de saúde com papel contínuo após 3 meses de falta

Desde começo de 2017 unidades sofriam com falta de papel
| 02/04/2017
- 14:35
Prefeitura abastece postos de saúde com papel contínuo após 3 meses de falta

Desde começo de 2017 unidades sofriam com falta de papel

A Prefeitura de Campo Grande iniciou, na última sexta-feira (31), o reabastecimento das unidades de saúde com papel contínuo, usado para impressão de exames médicos e fichas dos pacientes.  O material estava em falta desde o começo do ano.

Segundo a assessoria da (Secretaria Municipal de Saúde), até a sexta-feira as seis UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e quatro CRSs (Centros Regionais de Saúde), unidades de atendimento 24 horas para casos de urgência e emergência já haviam sido abastecidas.

Alguns destes postos já estavam operando com impressoras a laser, em virtude da falta de papel contínuo nos estoques, e para evitar os pacientes ficassem sem receitas ou fichas de acompanhamento.

Ainda de acordo com a Prefeitura, as unidades que receberam novas impressoras manterão os dois tipos de impressão, em papel matricial e A4. Todas, receberam cinco caixas de papel contínuo, o suficiente, segundo a Sesau, para três semanas de serviço, considerando uma média de 300 impressões por dia.

A Sesau pontua que problemas burocráticos travaram o abastecimento de papel nos postos de saúde, e revela que já entregou 250 caixas na UPAs e CRSs, e em breve abastecerá UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UBSFs (Unidades Básicas de Saúde da Família).

Veja também

Diversas outras apostas conseguiram faturar prêmios menores

Últimas notícias