Cotidiano

Por falha no sistema, enfermeiros e técnicos temem não poderem votar

Quem não votar, pode pagar multa no valor de uma anuidade 

Raiane Carneiro Publicado em 29/09/2017, às 17h52

None

Quem não votar, pode pagar multa no valor de uma anuidade 

Enfermeiros e técnicos de enfermagem não conseguem realizar retirar a senha necessária para a votar na eleição obrigatória que escolherá os representantes dos conselhos regionais pelo país, previsto para acontecer no próximo dia 1º de outubro. Um técnico de enfermagem relatou que o sistema dá erro no momento que o profissional acessa, e segundo ele, quem não participa da votação, é multado no valor de uma anuidade. Conforme o técnico, o problema persiste até a tarde desta sexta-feira (29).

Um técnico de enfermagem que preferiu não se identificar contou ao Jornal Midiamax que a eleição será feita em todo o país no domingo, porém, para votar, o profissional precisa entrar no site do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) para gerar uma senha que dá direito ao voto para eleger os representantes regionais.

Conforme o técnico, ele não é o único com problemas na hora de retirar a senha. “Estou tentando desde ontem e nada. Outros amigos meus também não conseguem gerar a senha”, contou.

A preocupação dele é justamente a multa que pode vir depois, caso não consiga votar na eleição. “Já que é obrigado a votar, eles [Confen] deveriam dar condições de acesso”, comentou. A multa cobrada para quem não votar vem no valor da anuidade, que representa R$ R$ 469,34 para técnicos de enfermagem e R$ 518,89 para enfermeiros.

A assessoria do Coren-MS (Conselho Regional de Enfermagem do Estado) explicou que o Confen prometeu resolver o problema do sistema, possibilitando que os profissionais gerem as senhas a partir das 18 horas (horário de MS) desta sexta-feira. 

A assessoria ainda informou que quem não votar, pode apresentar uma justificativa em até 30 dias para a ausência. Foi ressaltado ainda pelo conselho que houve uma campanha de conscientização da eleição por 6 meses para que os profissionais participassem. 

Jornal Midiamax