Para ampliar doadores de sangue e medula óssea na Capital, professor lança projeto

Ação surgiu após luta pessoal
| 17/04/2017
- 21:42
Para ampliar doadores de sangue e medula óssea na Capital, professor lança projeto

Ação surgiu após luta pessoal

Para cadastrar um grande número de doadores regulares nos bancos de sangue de Mato Grosso do Sul, além de abrir a discussão sobre conscientizar a importância da doação da medula óssea, o Instituto Sangue Bom será lançado nesta segunda-feira, às 19h30. O projeto é idealizado por Carlos Alberto Rezende, o Professor Carlão. 

Tudo começou em 2015, quando ele recebeu um diagnóstico de aplasia medular. “Hoje temos profissionais de várias áreas, dispondo um pouco do seu tempo ou do seu talento para ajudar o próximo, nossa missão vai além da mobilização de doadores, é um trabalho de ”, ressalta Carlão.

“O Instituto Sangue Bom nasce agora, cheio de ideias e pessoas do bem. Queremos compartilhar informações quebrando preconceitos e mitos sobre doação. E vamos além, almejamos trabalhar com campanhas de doações de cordão umbilical e órgãos”, acrescentou Carlão. Conforme relata o idealizador, as palestras serão gratuitas com objetivo de ser um canal de captação de doadores. 

O evento acontece no auditório da OAB/MS (Ordem dos Advogados Seccional de Mato Grosso do Sul), na Av. Mato Grosso, 4.700, com entrada aberta ao público, a partir das 19h30. 

Veja também

Vagas são temporárias com remuneração de R$ 1.212

Últimas notícias