Cotidiano

Pagamento de rescisão da Omep e Seleta pode atrapalhar folha, diz prefeito

Prefeito vai procurar ajuda do MPT

Ludyney Moura Publicado em 08/08/2017, às 13h58

None

Prefeito vai procurar ajuda do MPT

O pagamento dos salários e rescisões dos terceirizados da Omep e Seleta, demitidos por decisão judicial, pode atrapalhar o salário dos servidores efetivos da Prefeitura da Capital, o que afirmou o prefeito Marquinhos Trad (PSD), durante agenda pública na manhã desta terça-feira (8).

Segundo o Chefe do Executivo Municipal o montante para quitar as dívidas rescisórias com os terceirizados deve ficar entre R$ 25 milhões a R$ 30 milhões, e a Prefeitura não teria esse valor em seu caixa.Pagamento de rescisão da Omep e Seleta pode atrapalhar folha, diz prefeito

Para tentar resolver a situação e evitar prejuízo aos servidores efetivos, Marquinhos revelou que vai procurar o MPT (Ministério Público do Trabalho), para tentar intermediar uma solução para o problema.

A proposta do prefeito é quitar, num primeiro momento, apenas o salário dos terceirizados, deixando a rescisão para uma data futura, ainda indefinida.

Trad explicou que a receita do município é fixa. “Não existe um extra”, afirmou citando as fontes de arrecadação (IPTU, IPVA, ISS e FPM). Ele já havia mencionado que a Prefeitura poderia utilizar dinheiro do 13º para quitar as dívidas com os terceirizados.

Jornal Midiamax