Cotidiano

Marquinhos diz estar reavaliando parceria com Exército para recapeamento

Ele deu prazo de 90 dias

Midiamax Publicado em 10/01/2017, às 16h18

None
marquinhos_e_rose.jpeg

Ele deu prazo de 90 dias

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse nesta manhã, durante coletiva sobre convênio para tapa buraco entre o município e o Governo do Estado, que está reavaliando a parceria firmada com o Exército Brasileiro para recapeamento de importantes vias da cidade e deu prazo de três meses para este trabalho.

“Estamos reavaliando tudo que foi feito com Exército para ver a viabilidade ou não da continuidade. Vamos fazer isso dentro de 90 dias”, resumiu-se a dizer Trad ao ser questionado sobre este convênio firmado pelo ex-gestor da Capital, Alcides Bernal (PP).

Em setembro do ano passado, no dia 15 desde mês, foi publicado no Diário Oficial de Campo Grande o extrato do convênio assinado entre a Prefeitura Municipal e o Comando Militar do Oeste, para recapeamento e drenagem de ruas e avenidas da Capital com mão de obras de soldados do Exército. O repasse da Prefeitura ao Comando seria de R$ 24 milhões, por um prazo de 27 meses.

Segundo relatado na semana anterior a esta data, em uma reunião entre a equipe de engenharia do Exército e representantes da Seinthra (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), as obras deveriam iniciar já em novembro, a começar pelo trecho das Avenidas Bandeirantes e Marechal Deodoro, próximo ao trecho.

Na ocasião, de acordo com o capitão Filipe, do 9º Batalhão de Engenharia e Construção, de Cuiabá, pelo menos 240 homens iriam trabalhar no recapeamento das vias, num trecho que corresponde 12 quilômetros, que incluem também as ruas Brilhante e Guia Lopes.

Foto: Cleber Gellio/Midiamax

Jornal Midiamax