Cotidiano

Justiça pemite apenas que um terço dos professores entrem em greve em Dourados

Descumprimento da decisão vai gerar multa diária de R$ 50 ao SIMTED.

Midiamax Publicado em 19/08/2017, às 18h06

None

Descumprimento da decisão vai gerar multa diária de R$ 50 ao SIMTED.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS)  decidiu em medina liminar que apenas um terço dos professores da Rede Municipal de Ensino de Dourados participem da greve que está marcada para começar neste segunda-feira.

Com a decisão o Sindicato Municipal dos Profissionais da Educação (SIMTED) será obrigado a manter o percentual mínimo de 66% dos professores em sala de aula sob pena de de ter que pagar R$ 50 mil por dia caso a decisão da justiça seja descumprida.

Até o início da tarde de sábado os oficiais de justiça ainda não tinha localizado a professore Gleice Barbosa, presidente do Sindicato para ser notificada oficialmente sobre a decisão do Tribunal.

O SIMTED vai realizar uma assembleia geral às 08h de segunda-feira na sede da entidade para discutir os rumos que a greve irá tomar, conforme informações da diretoria.

Os professores de Dourados reclamam da diculdade de negociar com a Prefeitura que alega que o debate sempre existiu. A categoria reivindicam o cumprimento da Lei Nacional do Piso do Magistério e melhores condições de trabalho.

Jornal Midiamax