Cotidiano

JBS desmente fim do abate, mas admite que ‘avalia’ mercado da pecuária em MS

Sob investigação, empresa tem incentivo fiscal bilionário no estado

Clayton Neves Publicado em 21/03/2017, às 22h37

None
carnes-brasileiras.jpg

Sob investigação, empresa tem incentivo fiscal bilionário no estado

A JBS negou que tenha interrompido o abate bovino em Mato Grosso do Sul após ser Operação Carne Fraca ser deflagrada pela Polícia Federal, porém, a companhia informou que está avaliando o mercado no Estado com objetivo de fazer adequações.

“A JBS está operando seu abate conforme o previsto nesta semana. A companhia esclarece, no entanto, que está avaliando o mercado e irá adotar as medidas necessárias para adequação do volume de produção à demanda de mercado”, informou a assessoria de comunicação da empresa.

Em entrevista nesta terça-feira (20) o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Jonatan Barbosa, afirmou que os prejuízos gerados após a divulgação da ‘Carne Fraca’ para o Estado seriam grandes, além dos impactos econômicos, Jonatan citou inclusive o risco de falta de carne para consumo. Ele também demonstrou preocupação com possível paralisação nos abates no Estado.

Jornal Midiamax