Obstruir entradas das casas virou prática comum em Dourados.

Depois que a empresa que explora o parquímetro de Dourados ampliou a área de abrangência encontrar um espaço vaga para estacionar ficou cada vez mais difícil.

Muitos motoristas por falta de vaga paga ou simplesmente para fugir da cobrança circulam várias quadras longe do Parquímetro para encontrar uma vaga e acabam estacionando em lugar proibido.

Nas últimas semanas a falta de respeito de motoristas que estacionam nas entradas das casas onde existem guias rebaixadas acabou obrigando alguns moradores a “fazer justiça com as próprias mãos”.

É o caso do farmacêutico Racib Harb moradora da casa 928 da rua Dr. Camilo Hermelindo da Silva. Cansado de ter a entrada da sua residência ocupada por carros que impediam a sua passagem passou a deixar recados nas próprias latarias e vidros dos veículos dos infratores.

Com tinta de para sapato Racib fez inscrições nos veículos “comunicando” a falta de respeito dos motoristas que trancavam a entrada para a sua garagem. “Está faltando agentes de trânsito para multar estes infratores”, disse o farmacêutico que avisa que vai continuar “pintando” os carros até que respeitem o seu direito.

Antes de Racib, uma mulher postou nas redes sociais um carro totalmente “envelopado” com recados pedindo respeito do motorista que estacionou na entrada da sua garagem. O fato aconteceu na Rua João Rosa Góes na área central de Dourados onde o carro permaneceu estacionado na entrada da casa durante toda a manhã.

A dona de casa com a estudantes colocaram dezenas de bilhetes no carro avisando da infração de trânsito.  “Você estacionou no lugar errado”, “obrigada por nos atrapalhar”, “não faça mais isso”, foram algumas das frases em folhas de caderno e fixados nos para brisas, capô e portas do carro, um Fiat Palio preto, com placas de Belo Horizonte, MG.