Cotidiano

Estrutura de ferro para sustentar córrego é temporária, explica Prefeitura

São para sustentar paredes de concreto que cederam com chuvas

Wendy Tonhati Publicado em 15/12/2017, às 14h38

None

São para sustentar paredes de concreto que cederam com chuvas

As estruturas metálicas instaladas para sustentar as paredes de concreto do Córrego Segredo, na Avenida Ernesto Geisel, bem no centro de Campo Grande, são temporárias, segundo a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação). As estruturas chamaram a atenção de quem passa pelo local e teve quem achou que o ‘improviso’ não combinava com a beleza da Cidade Morena.

Conforme a Sisep, o motivo do desabamento, além das chuvas frequentes, foi o plantio de árvores no espaço entre a parede do córrego e a pista de rolamento. No local, deveria ter sido plantada apenas grama. Com o passar dos anos, as árvores foram aumentando de tamanho e pressionando as placas para frente.

O procedimento definitivo, segundo a Sisep, é feito com a escavação e instalação vertical do travamento – nome técnico das estruturas. Por enquanto, não será possível ser feito, pois, ainda estamos em época de chuvas e, ao lado, passa um emissário de esgoto, complicando ainda mais o serviço.

Estrutura de ferro para sustentar córrego é temporária, explica Prefeitura

A região da Ernesto Geisel tem espaço de cerca de 2,5 metros entre o córrego e a pista, local que terá de ser escavado. Outra região que passou pelo mesmo problema foi a do Córrego Bandeira, próximo à Coca-Cola. Por lá, o espaço é maior, aproximadamente 6 metros até a pista, o que favoreceu a execução de instalação do travamento vertical.

Os trabalhos feitos no Córrego Segredo foram executados por equipes próprias da Prefeitura. As estruturas foram instaladas na tarde da última quinta-feira (14), próximo à Rua 26 de Agosto. Parte da pista da Ernesto Geisel no sentido centro-bairro precisou ser interditada.

Jornal Midiamax