Cotidiano

Estado vai comprar mais jaquetas com air bags para motociclista bombeiros

Abertura de licitação foi publicada no Diário do Estado

Ludyney Moura Publicado em 08/05/2017, às 13h14

None
foto-inflajack-com-moto-socorristas.jpg

Abertura de licitação foi publicada no Diário do Estado

A Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) tornou pública, no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (8), a abertura de licitação para compra de Jaquetas com air bag para motociclistas. A sessão licitatória será aberta às 8h do dia 18 de maio.

Na última quarta-feira (3), no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, foi feita a entrega e instrução de uso das jaquetas com ‘sistema de proteção pneumática’, conhecida como air bag. O material será usado por motossocorristas durante as ocorrências.

As jaquetas funcionam por meio de cilindro de ar comprimido (CO2) e inflam em caso de impacto durante eventuais colisões, o que ameniza uma possível queda do bombeiro. Os trajes especiais possuem um cabo espiral que deve ser conectado à motocicleta. Quando ocorre uma tração, em casos de acidentes, o gatilho do sistema de airbag é acionado. O tempo de insuflação das bolsas de ar fica abaixo de 200 milésimos de segundo.

Segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, o equipamento de proteção individual é um conjunto composto por jaqueta e calça protetores internos de bioelastano. O sistema, inédito em Mato Grosso do Sul, já vinha sendo analisado desde 2015, quando foram realizados testes diretamente com os militares. As vestimentas são antiabrasivas, resistentes a atritos, e isolam a pele do motociclista em situações de derrapagem.

Além da Capital, os municípios de Dourados e Três Lagoas também têm bases de motossocorristas. Em Campo Grande, são 16 militares formados para atuarem no serviço, enquanto no interior são sete servidores em cada cidade. Em todo o Estado são registradas 1,2 mil ocorrências por mês. 

Jornal Midiamax