Cotidiano

Enfermeiros e funcionários da Santa Casa cruzam os braços por falta de pagamento

O atendimento no hospital deve apresentar lentidão nas próximas horas

Midiamax Publicado em 09/06/2017, às 12h18

None

O atendimento no hospital deve apresentar lentidão nas próximas horas

Enfermeiros e funcionários do setor administrativos paralisaram parcialmente dos atendimentos na Santa Casa em protesto contra o atraso dos pagamentos. Os trabalhadores alegam não terem recebido o salário, que deveria ter caído na conta nessa terça-feira (6). A greve começou às 6 horas de hoje (9), e as categorias anunciaram que só retomam o expediente após o pagamento. 

Com a paralisação 70% das duas categorias, o atendimento no hospital deve apresentar lentidão nas próximas horas, mas de acordo com a direção da Santa Casa não haverá dano aos pacientes. 

A associação Beneficente de Campo Grande tem 3,2 mil funcionários, sendo1,4 mil enfermeiros e 1 mil administrativos, e todos eles estão com os pagamentos atrasados, inclusive os médicos, mas até o momento a categoria não indicou se também irá reduzir as atividades.  “É uma falta de respeito essa situação, os atrasos são constantes. O pagamento é uma necessidade básico e um direito do trabalhador”, comentou Osmar Gucci, presidente do sindicato dos administrativos. 

O problema, segundo o presidente da entidade, Esacheu Cipriano, teria ocorrido por falta de repasse do valor pago pela Prefeitura de Campo Grande, algo em torno de R$ 20 milhões. Ele explicou que o prazo do município já venceu, mas que ainda não recebeu aceno de quando o hospital irá receber.  “Tão ruim quanto o atraso é essa falta de informação. Nos dão um prazo, não cumprem e depois ficamos nesse vazio”, criticou. 

Jornal Midiamax