Cotidiano

Empresários esperam atingir 6,3 mil associados em campanha contra o aedes

Campanha da ACICG foi lançada nesta terça

Wendy Tonhati Publicado em 10/01/2017, às 12h49

None
cb99f298-c03d-40e1-b55e-1415822824f3.jpg

Campanha da ACICG foi lançada nesta terça

A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) lançou, nesta segunda-feira (10), da campanha Liga antimosquito, de combate ao Aedes aegyti. A expectativa é atingir 6,3 associados em ações envolvendo os funcionários das empresas do comércio da Capital. 

A campanha conta com o apoio da Prefeitura de Campo Grande, mas não haverá custos para o Executivo. A ação começa nesta terça e será realizada dentro dos estabelecimentos com materiais de divulgação.  Não há data para o término. 

De acordo com o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro, a ideia de combater a dengue trabalhando na conscientização dos funcionários do setor comercial da Capital surgiu com uma ação do Grupo Pereira, do setor supermercadista, que foi expandida aos outros empresários. 

“É um assunto muito sério e preocupante. Por isso, a ACICG resolveu aderir à campanha. A expectativa é atingir 6.300 associados nesse trabalho”, diz Polidoro. O número de pessoas atingidas na conscientização é bem maior, pois é multiplicado pelo número de funcionários de cada estabelecimento. Multiplicado pelo número de funcionários. Cada empresário vai escolher como fazer o trabalho com os funcionários.

O secretário municipal de saúde Marcelo Vilela explicou durante o lançamento da campanha que, de 2015 para 2016, houve aumento de 93,77% na incidência nas três doenças transmitidas pelo mosquito.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que “é um momento muito diferente vivido por Campo Grande. Antes, [o combate ao mosquito] era cada um por sí. Por isso teve esse aumento. Estamos aqui para mostrar o contrário”. Ainda conforme Trad, são 350 agentes de combate ao mosquito Aedes e 1,5 mil agentes comunitários trabalhando em Campo Grande. 

Foto: Cleber Gellio

Jornal Midiamax