Cotidiano

CPI pode ser instaurada para investigar denúncias de irregularidades na Apae

Grupo de mães pede transparência em repasses

Midiamax Publicado em 07/06/2017, às 15h45

None

Grupo de mães pede transparência em repasses

Após denúncias de irregularidades na Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), o deputado estadual Paulo Siufi (PMDB), sugeriu a abertura de uma CPI (comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar às queixas apresentadas por um grupo de mães, nesta quarta-feira (7), durante sessão na Assembleia legislativa.

As denúncias estão relacionadas à distribuição e produção de próteses e supostas prioridades em atendimentos realizados por meio de convênios particulares. 

Daiane Ricalde, de 35 anos, mãe de uma criança de 1 ano, sofre mielomeningocele – defeito congênito que afeta a espinha dorsal – diz que o filho de 5 meses, passou dois meses a espera por atendimento fisioterapêutico. Além da demora, ela diz que às sessões são inferiores à quantidade prescrita para o tratamento do filho e denunciou que recebeu uma prótese incorreta.

“Meu filho recebeu órtese de imobilização, mas necessita de órtese de mobilização para começar a andar. Muitas mães estão com filhos atrofiando e quando reclamam sofrem represália. Há falta de qualidade e insuficiência no atendimento. Estão dando alta para abrir vaga para atendimento de convênios”, afirmou.Mães mostraram próteses com defeito

Enquanto o grupo, de aproximadamente 50 mães, pede transparência, outras 100 se reuniram para defender a instituição, que realiza em torno de 3 mil atendimentos mensais e em 2017 completa 50 anos. 

“Tudo o que a gente precisa, consegue na Apae. Tem qualidade no atendimento. É uma instituição séria. Minha filha aprendeu a comer a escovar os dentes lá”, defendeu Maria de Sousa, de 48 anos, mãe de  uma menina de 7 anos, com síndrome de down. 

Depois das denúncias serem apresentadas, o deputado Paulo Siufi sugeriu uma visita para averiguar os relatos, que também incluem à venda de serviços e de órteses e próteses bancados com recursos públicos. Caso haja dúvidas em relação às informações, uma CPI pode ser instaurada.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax questionou a assessoria de imprensa da instituição a respeito das denúncias e foi informada de que a Apae deve se posicionar posteriormente. 

Jornal Midiamax