Cotidiano

Com sorteio no dia 23, fiscalização de ambulantes nos terminais será retomada

Permanência de vendedores é autorizada por Lei

Midiamax Publicado em 17/01/2017, às 20h29

None
img_6058.jpg

Permanência de vendedores é autorizada por Lei

A fiscalização dos vendedores ambulantes em plataformas de transbordo de Campo Grande deve ser retomada, após sorteio do processo de seleção programado para o próximo dia 23 de janeiro. Atualmente, o número de comerciantes nos terminais ultrapassa o estabelecido pela legislação municipal.

Denúncia publicada pelo Jornal Midiamax, em novembro de 2016, ressaltava o problema e a determinação do Ministério Público de Mato Grosso do Sul sobre a remoção dos ambulantes de oito plataformas da Capital. A venda deliberada de produtos sem procedência e o descontrole de autorizados eram os principais problemas.

Em janeiro de 2016, a administração municipal chegou a abrir o cadastro para regularizar os vendedores, mas mesmo com fiscalização, ambulantes sem autorização continuaram usando as plataformas. Já em novembro, a Prefeitura anunciou a remoção dos ambulantes dos terminais de ônibus, mas a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) pontuou que os vendedores permaneceriam nos terminais até que fosse publicado um novo processo de seleção.

Neste semana, usuários dos transportes público voltaram a reclamar dos ambulantes. "São tantos que quase tropeçamos nas barracas", disse um dos usuários.

Indagada sobre o problema, a assessoria de imprensa da Prefeitura, informou que o processo seletivo da atuação dos ambulantes nos terminais começou no dia 20 de dezembro de 2016 e terminará no dia 20 de janeiro de 2017. O sorteio está previsto para o dia 23 de janeiro.

A permanência de vendedores ambulantes em terminais de transbordo é autorizada pela Lei Complementar 225, de março de 2014, regulamentada em julho do ano passado, que permite a exploração do serviço. Na época, foram permitidos a permanência de três vendedores por plataforma.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as informações ao WhatsApp da redação, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax