Cotidiano

Benefícios de trabalhadores da enfermagem da Santa Casa são suspensos, diz sindicato

Pelo segundo mês

Tatiana Marin Publicado em 29/11/2017, às 20h25

None

Pelo segundo mês

O Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) denuncia a suspensão do cartão de crédito utilizados por seus afiliados em parceria com uma administradora de cartões. Segundo a denúncia, o corte foi realizado devido a falta de pagamentos por parte da Santa Casa, que desconta os valores em folha.

Segundo Lázaro Antonio Santana, presidente do Siems, o caso é recorrente. “Já tem dois meses que isso acontece”, contabiliza. Ele explica que o cartão de crédito é resultado de parceria entre o sindicato e a a administradora de cartões. Além do benefício de realizar compras a crédito, são concedidos também descontos.

Benefícios de trabalhadores da enfermagem da Santa Casa são suspensos, diz sindicato

Conforme dados do Siems, mais de 800 trabalhadores foram afetados com a suspensão dos cartões e o valor retido pela hospital é superior a R$ 200 mil.

Consultada, a Santa Casa confirmou a falta de pagamento à administradora de cartões e, por meio de assessoria de imprensa, informou que a falta de pagamentos deve-se ao “não recebimento desde agosto dos valores contratualizados com a Prefeitura”. O comunicado diz ainda que “o cartão está atrasado em 9 dias” e afirmou que “será quitado amanhã com o recebimento do pós-fixado do Ministério da Saúde”.

A reportagem do Jornal Midiamax também consultou a Prefeitura de Campo Grande, entretanto até o fechamento deste texto, ainda não havia recebido resposta.

Jornal Midiamax