Cotidiano

Aprovação de projeto não muda cenário de negociação salarial com servidores

Reunião entre sindicatos e governo está prevista para 3 de julho

Raiane Carneiro Publicado em 21/06/2017, às 21h32

None

Reunião entre sindicatos e governo está prevista para 3 de julho

Um dia depois da aprovação da resolução que permite que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) repactue as dívidas dos Estados com a União, principal empecilho para o governo do Estado negociar reajustes com sindicatos, não houve nenhum avanço nas negociações.

Segundo os integrantes do Fórum dos Servidores, grupo que representa 15 categorias de servidores estaduais, duas lideranças informaram que não houve sinalização por parte do governo.

O presidente do Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis) contou que não há nenhuma proposta do governo aos policias civis. “Nenhuma proposta concreta foi apresentada. Eles [governo] diziam que era por conta dessa questão do BNDS. Agora, não é só isso, eles dizem que têm outros fatores envolvidos” explicou Giancarlo Miranda.Aprovação de projeto não muda cenário de negociação salarial com servidores

O presidente do sindicato que representa a categoria informou ainda que o problema agora é a arrecadação do Estado. “Eles dizem que tem que verificar a arrecadação porque teve queda. Só assim eles conseguem dar uma reposição inflacionária. Nós sabemos que há uma variação na arrecadação, mas tudo que eles fazem é pedir aumento no prazo para apresentar uma proposta” contou.

A situação é a mesma para a AOFMS (Associação dos Oficiais Militares Estaduais). De acordo com o presidente da associação, Alírio Villasanti, o governo não oficializou nenhuma proposta até o momento. “Oficialmente o Fórum [dos Servidores] não foi informado de nenhuma proposta” contou.

Sem propostas para solução do maior obstáculo do Estado em conceder os reajustes, o Fórum dos Servidores promete mobilização na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (21), para tentar uma intermediação da situação através dos deputados. “O que nós queremos é a antecipação da reunião. Que eles façam essa negociação com os servidores” incluiu Villasanti.

A reunião entre sindicatos e governo do Estado está marcada para o próximo dia 3 de julho, quando deve ser apresentada as propostas do governo para as categorias. O Fórum representa servidores estaduais das áreas de educação, saúde, segurança pública e administrativo. De acordo com o Fórum, as categorias estão sem reajuste desde 2015. 

Jornal Midiamax