Cotidiano

Após repercussão, homem procura advogado e diz que devolverá trilhos

Concessionária registrou Boletim de Ocorrência

Tatiana Marin Publicado em 25/01/2017, às 20h47

None
16244296_10154930473502346_399496712_n.png

Concessionária registrou Boletim de Ocorrência

Após repercussão do furto dos trilhos da ferrovia próximo ao Aeroporto Santa Maria, na saída para Três Lagoas, homem diz que pretende devolver o material. A informação é do advogado João Bernardo Todesco, que não divulgou o nome do cliente. A Rumo afirma que já registrou Boletim de Ocorrência.

“Ele soube que no local existiam trilhos abandonados que estariam enferrujando com o tempo. Os trilhos seriam utilizados como poste em uma chácara”, explicou o advogado. Segundo ele, após a veiculação do caso pela imprensa, seu cliente queria saber se a remoção dos trilhos configurariam crime. “Ele fez isso por falta de conhecimento”, enfatiza.

De acordo com João Todesco, ao seu cliente foi explicado que “da maneira que foi feita não estava correto, pois ele não tinha autorização para tal, apesar de estarem abandonados”. O advogado afirma que o homem pretende fazer a devolução ainda nesta semana.

A equipe do Jornal Midiamax entrou em contato com a Rumo, responsável pelos trilhos desativados, que informou, em nota que a concessionária realizou levantamento do local e registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, que cuidará do caso.

Jornal Midiamax