Cotidiano

André volta ao apartamento e população buzina em frente ao prédio em apoio a PF

Puccinelli terá seus deslocamentos controlados pela polícia 

Midiamax Publicado em 11/05/2017, às 14h19

None

Puccinelli terá seus deslocamentos controlados pela polícia 

Após passar a manhã desta quinta-feira (11) na sede da Superintendência da Polícia Federal em Campo Grande, o ex-governador André Puccinelli (PMDB) voltou para o seu apartamento, localizado na Rua Euclides da Cunha – endereço que o político foi levado pelos agentes -, e já usando a tornezeleira eletrônica.

Puccinelli chegou em um Renault Duster de cor branca, sentado no banco do passageiro e permaneceu com os vidros fechados. Diante da imprensa que estava no local, ele acenou e entrou no prédio. Enquanto isso, motoristas passavam pelo endereço em apoio a Operação Máquinas de Lama, 4ª fase da Lama Asfáltica. 

“Parabéns para a Polícia Federal, corrupto tem que ser preso”, gritou um condutor de dentro do carro. A atitude foi repetida por várias vezes durante a manhã, além das pessoas que paravam para fotografar o condomínio onde o ex-governador reside. 

Os agentes chegaram por volta das 5h50 no apartamento do peemedebista e ficaram cerca de 20 minutos. Eram 6h10 quando a viatura da PF entrou no estacionamento do edifício Champs Élysées para buscar Puccinelli, que entrou na parte de trás da viatura em direção à Polícia Federal.

Ex-governador de Mato Grosso do Sul entre os anos de 2007 e 2014, André Puccinelli (PMDB) está impedido de sair de Campo Grande ou ter qualquer tipo de contato com os investigados, segundo ordem da 3ª Vara Criminal Federal da Capital, que determinou quais medidas devem ser seguidas junto ao uso da tornozeleira. O aparelho de monitoramento foi colocado em Puccinelli nesta quinta-feira (11).

A ordem da Vara, que é especializada em Crimes de Lavagem de Dinheiro e contra o Sistema Financeiro Nacional, é para que o ex-governador não saia de casa entre as 21h e 6h e que também não retire o objeto, sob pena de ser preso. Não há, na ordem, previsão de retirada do aparelho.

Jornal Midiamax