11 dias após lançamento, interdição ainda não ocorreu na Via Parque

Trabalhos ainda não afetam trânsito
| 01/04/2017
- 00:19
11 dias após lançamento, interdição ainda não ocorreu na Via Parque

Trabalhos ainda não afetam trânsito

“Devagar demais!” É o que os campo-grandenses estão falando sobre a obra na da Via Parque e Avenida Mato Grosso que promete resolver o problema de congestionamentos na região. Interdições prometidas para o dia 20 de março, data em que as obras começaram, ainda não ocorreram e confundem condutores que já estavam utilizando rotas alternativas sem necessidade.

A velocidade do andamento das obras é consenso entre motoristas que passam pela região. E a informação é de quem tem contato diário com vários condutores. O frentista de um posto da avenida, que não quis se identificar, diz que várias pessoas fazem a mesma reclamação. “Lento demais! Várias pessoas reclamam. Muito parado. Aos sábados e domingo não fica ninguém trabalhando. Se eles querem apressar a obra, tem que trabalhar todos os dias”, declara.

Motoristas da Uber dizem que por enquanto as obras não afetaram o tráfego, mas concordam sobre a lentidão dos trabalhos. Lucas Gonçalves, 24, e Luiz Pierre Gonzalez, 26, dizem que o trânsito está tranquilo e acreditam que as obras deveriam estar mais adiantadas. “Faz hora que estão prometendo e ainda nada”, diz Lucas. Luiz Pierre espera que seja dada uma atenção às rotas alternativas quando houver interdições para agilizar o tráfego.

A bancária Marileda Ourives de Souza, 52, já estava até utilizando rotas alternativas, pois mora e trabalha na região, mas percebeu que os trabalhos “ainda não estão impactando o trânsito”. Marileda questiona se a obra é realmente necessária. “Os congestionamentos acontecem somente nos horários de pico. Acredito que semáforos resolveriam o problema. Sinto por terem cortado as árvores”, indaga.

Os anúncios de interdições e sugestão de rotas alternativas foram amplamente divulgados, como relembra o propagandista Stéfano Menzio, 37. Morador da região, Stéfano acredita que a obra não ficará pronta em 70 dias, como foi prometido pelo prefeito Marquinhos Trad. “Anunciaram que começaria no dia 20 de março e não tem nada ainda. Tenho até o panfleto aqui no carro. Até agora não fizeram quase nada. Não fica pronta em 70 dias. Fizeram o maior marketing, mas está muito devagar”, pontua.

A Prefeitura de Campo Grande foi consultada sobre o estágio das obras e informou que “as equipes estão trabalhando para adequar as vias que serão as rotas alternativas – para aí depois entrar nas obras do canteiro central – onde serão realizadas intervenções pontuais’.

De acordo com nota enviada para o Jornal Midiamax, nesta sexta-feira (31) as obras se concentraram na rua Antônio Teodoro Teodorowick, onde a pista está sendo ampliada e receberá semáforo. Ainda, o comunicado da Prefeitura ressalta que é necessário um período de estiagem prolongado para que o trabalho possa ser realizado sem paralisações.

Veja também

Decisão determina multa de R$ 50 mil por dia em caso de descumprimento

Últimas notícias