Cotidiano

VÍDEO: Aeroporto Internacional tem nova confusão entre taxistas

Táxis de fora formam fila dupla no local

Tatiana Marin Publicado em 21/10/2016, às 20h42

None
img-20161021-wa0062.jpg

Táxis de fora formam fila dupla no local

Taxistas permissionários do Aeroporto Internacional de Campo Grande voltaram a reclamar da situação formada nos horários de pico de voos. Segundo reclamações de motoristas de táxis do local, taxistas de outras regiões da cidade estão atrapalhando o trabalho e criando confusões.

Segundo um permissionário do Aeroporto, Wilson Rodrigues Barbosa, no período noturno taxistas do centro estão entrando no Aeroporto e embarcando passageiros. “Eles param do nosso lado, sendo que têm de ficar no mínimo a 200 metros. E só podem embarcar passageiros depois que não tiver nenhum táxi do Aeroporto no local. Eles não cumprem as normas e a Agetran, que é responsável pela organização, deixa eles formarem fila dupla atrapalhando e tumultuando o trânsito, o que acaba impedindo os próprios táxis do Aeroporto de embarcarem passageiros”, reclama ele.

A assessoria de imprensa da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) informou em nota que a Agetran mantém um fiscal por turno, durante todo o dia, no Aeroporto Internacional. Qualquer irregularidade presenciada pelos taxistas do local, pode ser encaminhada ao fiscal ou ser formalizada na sede da Agetran.

“Só queremos que a Agetran cumpa o seu papel para que o embarque seja mais organizado. Não somos contra o embarque de passageiro em carros de fora, porém eles estão impedindo o nosso trabalho, além de causar uma péssima impressão para quem visita a cidade”, finaliza Wilson.

As reclamações de taxistas sobre a situação são recorrentes. Nesta quinta-feira o Jornal Midiamax foi contactado por taxistas do Aeroporto relatando que as confusões vem ocorrendo todas as noites.

Bernardo Quartin Barrios, presidente do Sindicato dos Taxistas diz que a Agetran é responsável pela fiscalização e regulamentação da atividade. "A Agetran não está cumprindo seu papel fiscalizador e está se omitindo", afirma ele. Bernardo reprova a ação dos taxistas que estão atendendo fora do local permitido: “são 'meia dúzia' de maus profissionais, que estão sendo irresponsáveis. Eles acham que estão acima da lei. Mas acredito que o poder público vai atuar e promover a legalidade”, conclui ele.

Veja o vídeo.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou mensagens ao WhatsApp da redação, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax