Cotidiano

Vestígios e relatos de onça-pintada próximo ao Detran assustam moradores

Caseiro diz ter se deparado com animal de grande porte

Midiamax Publicado em 26/01/2016, às 15h08

None
img-20160126-wa0068.jpg

Caseiro diz ter se deparado com animal de grande porte

Vestígios de uma onça pintada na sede do Sintrae (Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino no Mato Grosso do Sul), assustou funcionários da entidade e mobilizou a imprensa de Campo Grande, na manhã desta terça-feira (26), na saída para Rochedo.

O animal tem sido visto por funcionários há pelo menos três dias, todavia, eles aguardam a presença da Polícia Militar Ambiental, para tentar capturar o felino. A suspeita é de que ela seja mãe de um filhote atropelado dias atrás na região, na MS-080. 

As informações foram repassadas pelo encarregado de manutenção do Sindicato, Jaril de Melo. Ele disse a equipe do Jornal Midiamax, que no último domingo (24), quando andava pela área dos fundos da chácara, encontrou marcas em uma árvore e já desconfiou da presença do animal.

Segundo Jaril, as suspeitas foram confirmadas na tarde desta segunda-feira (25), quando o caseiro do local se deparou de frente com a onça. “Ele disse que estava limpando em um área mais afastada e colocando o mato em uma espécie de 'carretinha', para jogar em um buraco. Quando se aproximou deste buraco, ele viu a onça, largou tudo para trás e saiu correndo de lá”, informou o encarregado.

O caseiro Caetano reside na chácara com cinco crianças. Ele disse ainda, que depois do ocorrido não teve coragem de voltar ao local. Uma moradora vizinha também comentou com Jaril que por volta das 21 horas da noite de domingo (24), ouviu um barulho de 'leão'. A suspeita da existência do animal se soma ao temor de gados serem atacados em propriedades vizinhas.

Jaril acredita que as marcas deixadas nas árvores são sinais de que a onça está marcando território. A equipe da Polícia Militar Ambiental foi acionada na tarde de ontem, mas até o fechamento da matéria não havia comparecido ao local. 

Filhote

Uma onça-pintada foi capturada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) na noite do dia 14 de janeiro, após um atropelamento na MS-080, na saída para Rochedo, a 10 km de Campo Grande. O filhote, de aproximadamente cinco meses, estava com vários ferimentos.

Por volta das 21h, os policiais foram acionados por telefone para capturar o animal às margens da rodovia. O filhote estava com ferimentos e dificuldades de locomoção, em virtude do atropelamento. Ele foi encaminhado ao CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande, onde recebe tratamento veterinário.

Jornal Midiamax