SES descarta Zika e diz que dengue é principal suspeita por morte de garota

Família diz acreditar que possa ser Zika vírus
| 14/01/2016
- 18:11
SES descarta Zika e diz que dengue é principal suspeita por morte de garota

Família diz acreditar que possa ser vírus

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) investiga a morte da adolescente Karolina Ribeiro Soares, 16 anos, como suspeita de dengue. A jovem morreu na última quarta-feira (13), no Hospital Regional Rosa Pedrossian, após duas consultas no CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Coophavilla, durante o fim de semana.

Como ela não foi internada e os médicos disseram à família que descartavam dengue, por conta de um exame que mede as plaquetas do sangue, os familiares passaram a suspeitar do Zika vírus. 

De acordo com a tia da garota, Maria Antônia Soares, até os médicos do hospital suspeitam que a morte possa ter sido causada pelo Zika vírus e orientaram a família a pedir um exame necroscópico. 

Karolina começou a se sentir mal no fim de semana e foi levada pela família por duas vezes ao CRS (Centro Regional de Saúde) do Coophavila. Ela apresentava sintomas de dengue associados a febre alta, vômitos, suor frio e falta de ar. Os médicos descartaram a possibilidade de dengue, mandaram a menina para casa e receitaram dipirona. 

Como não apresentou melhora, a adolescente foi levada pela segunda vez ao posto de saúde. Segundo a tia, mais uma vez os médicos não pediram exames. Na quarta, ela foi levada ao Hospital Regional Rosa Pedrossian, onde acabou morrendo por volta do meio-dia.

Veja também

Últimas notícias