Cotidiano

Reajuste de 7% é rejeitado por bancários e greve continua

Quarto dia de paralisação

Ana Paula Chuva Publicado em 09/09/2016, às 21h17

None
greve_bancarios.jpg

Quarto dia de paralisação

A greve dos bancários continua após categoria rejeitar proposta de reajuste de 7% feita pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) em reunião realizada nesta sexta-feira (9). Uma nova rodada de negociações deverá acontecer na próxima terça-feira (13).

Segundo o Seebcg-MS (Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Campo Grande–MS e Região), a proposta da federação mudou de 6,5% para 7%, categoria rejeitou e a greve prossegue. “Eles apresentaram uma proposta apenas 0,5% a mais, continua abaixo da inflação. Não continuamos nem a discutir os outros assuntos, a proposta foi rejeitada e a greve continua”, disse Tatiana Martins, assessora do Sindicário.

“Dia 13 agora teremos uma nova reunião para negociação mas até lá a greve segue. Não é só a questão salarial, temos outras coisas para discutir.”, concluiu.

A greve já está no quarto dia e em Campo Grande oitenta e cindo das cento e vinte agências bancárias aderiram a paralisação, conforme informou o sindicato.

Reivindações

Além do reajuste salarial e benefícios, a categoria pede combate às metas abusivas e ao assédio moral, fim das demissões, ampliação das contratações, combate às terceirizações e à precarização das condições de trabalho mais segurança nas agências bancárias e auxílio educação. 

Jornal Midiamax