Tabosa promete novidade para novos protestos

Com 95% das escolas funcionando e com a greve dos administrativo perdendo força, o presidente do (Sindicato dos Servidores Municipais), Marcos Tabosa, apela e chama até companheiros ‘traidores' para aderirem ao movimento. O chamado, em tom de desespero, foi enviado a grupos do WhatsApp pelo sindicalista convocando os dissidentes e até ‘traidores' para a manifestação.

“Nos só vamos conseguir se nós tivermos lá no mínimo 60% de cada categoria. O sindicato estava lá, como sempre esteve e obedecendo a assembleia. Como sempre fizemos. O prefeito falou que não tem greve, 95% das escolas estão funcionando. Olha, vem para a luta. Convido você. Você que desistiu e se arrependeu vem pra luta e você que nos traiu e agora viu que pode vir vem pra luta”, diz o áudio.

A paralisação começou no dia 6 de abril e dura quase três semanas. Desde o inicio da parada, trabalhadores realizam atos de protesto no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Bahia. Mesmo local que Tabosa pede para os agentes de saúde e administrativos da educação se concentrarem nesta segunda e iniciarem novos protestos.

Sem afirmar o que está organizando, ele diz que nesta “segunda-feira tem novidade lá na Afonso Pena com a Bahia, o sindicato vai vir com muito mais força e vocês verão. Aqueles que estiverem lá vão ver o que o sindicato f”, afirma.

O Sisem quer R$ 600 de bolsa alimentação, hoje eles recebem R$ 190,00, 45% de aumento no Profuncionário e produtividade do SUS (Sistema Único de Saúde) para os agentes comunitários, além da redução da carga horário de 8 para 6 horas.

Manifesto no dia 19 de abril.

 

 

Veja a transcrição do áudio na íntegra:

Bom dia a todos os administrativos da educação e ceinf e agentes comunitários. Olha, o sindicato já provou que a greve é legal, sindicato já provou que quem está em estágio provatório pode participar da greve. O sindicato já provou através da matérias que nós colocamos nos grupos agora que o prefeito Alcides Bernal pode recompor inflação dos últimos 12 meses. Que a lei eleitoral não impede ele, mas a gente só vai mudar isso, a gente só vai obter a vitoria se aqueles companheiros que ficaram nas escolas, nos postos der saúde virem para a greve. E aqueles outro companheiros que por um motivo ou outro desistiram na metade do caminho voltar para a greve. Olha, temos que mostrar toda a nossa força e hoje a greve está acontecendo porque houve assembleias no sindicato e foi aprovado por unanimidade. E todos vocês que estavam lá, tanto os agentes de saúde como os administrativos da educação e Ceinf sabe qual é a posição do Tabosa nas assembleias. Mesmo assim eu respeitei a decisão. O sindicato está fazendo de tudo para que a greve aconteça. Olha, vem pra luta. Vem! Você que esta ai, que esta ajudando a diretora do posto, que esta ajudando a enfermeira. O diretor de escola, a diretora, não tem porquê. Já aprovamos tudo que tinha que aprovar pra vocês. Bom! Perder lutando é uma coisa, você volta se recompõem e vai pra a luta com mais força ainda. Agora desistir de lutar por falta de conhecimento ai é complicado. Segunda-feira eu estarei lá na Avenida Afonso pena com a Bahia, 8 horas da manhã. A nossa concentração. Ai vamos partir para o Executivo novamente. Já vimos que o prefeito Alcides Bernal mentiu, já vimos que o prefeito Alcides Bernal é uma questão de ele querer dar a bolsa alimentação e os outros penduricalhos e as outra vantagens. Nos só vamos conseguir se nós tivermos lá no mínimo 60% de cada categoria. O sindicato estava lá, como sempre esteve e obedecendo a assembleia. Como sempre fizemos. O prefeito falou que não tem greve, 95% das escolas estão funcionando. Olha, vem para a luta. Convido você. Você que desistiu e se arrependeu vem pra luta e você que nos traiu e agora viu que pode vir vem pra luta. Você agente comunitário, e repito, administrativo da educação e Ceinf, vamos pra cima gente. Somente unidos vamos conseguir a vitoria. Segunda-feira tem novidade lá na Afonso Pena com a Bahia, o sindicato vai vir com muito mais força e vocês verão. Aqueles que estiverem lá vão ver o que o sindicato fez. Mas eu preciso de vocês companheiro, sem vocês não somos nada. Repito: recuar, desistir, por falta de conhecimento, isso é triste. Um abraço ate segunda feira rumo a vitória!