Cotidiano

Prefeitura quer 500 casas de nova fase do Minha Casa, Minha Vida

Expectativa é que construção saia do papel ainda este ano 

Clayton Neves Publicado em 30/03/2016, às 21h23

None
alcides_bernal-gw2.jpg

Expectativa é que construção saia do papel ainda este ano 

A prefeitura de Campo Grande pretende construir pelo menos 500 unidades habitacionais ainda este ano na Capital. Depois do lançamento da terceira fase do programa Minha Casa, Minha Vida do governo Federal, nesta quarta-feira (30), o prefeito Alcides Bernal e o secretario de governo Paulo Pedra aproveitaram o tema em pauta para viabilizar recursos federais para a Capital.

De acordo com Paulo Pedra, na tarde de hoje uma reunião política foi feita com o ministro das cidades Gilberto Kassabe, na semana que vem um novo encontro será realizado para definir tratativas específicas, mas por hora, o objetivo é a construção de 500 novas casas.

“Na terça ou quarta-feira da semana que vem vamos debater a parte técnica. Inicialmente queremos a construção de pelo menos 500 casas ainda este ano”, afirma.

Até o momento não foi estimado o valor necessário para a obra. Pela manhã, o secretário de governo disse que as perspectivas para a liberação de recursos eram boas.

A verba solicitada faz parte do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo Federal. Hoje pela manhã, a presidente Dilma Rousseff fez a o lançamento da terceira edição do projeto, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto. A nova fase pretende entregar dois milhões de casas até 2018.

Em abril de 2015, o déficit habitacional em Campo Grande era de 50 mil unidades habitacionais.

Jornal Midiamax