Cotidiano

Prefeito diz que famílias do Cidade de Deus devem ser removidas até o dia 29

Área de transferência não foi informada 

Midiamax Publicado em 23/02/2016, às 15h46

None
_mg_8637.jpg

Área de transferência não foi informada 

Famílias que moram na favela Cidade de Deus, localizada na região sul de Campo Grande, próxima da  UTR (Usina de Triagem de Resíduos) e do lixão, onde trabalha a maioria dos moradores da região, serão transferidas para uma nova área até a próxima segunda-feira (29). A data foi estipulada pelo prefeito Alcides Bernal (PP) ao ser questionado pela equipe do Jornal Midiamax, a respeito da transferência.

"Vamos resolver. O fim do mês é o dia 29. Será uma remoção tranquila, organizada, planejada e para um lugar onde eles vão viver bem", assegura.

A mudança estava prevista para que fosse concluída até o fim de janeiro, no entanto, teve de ser adiada.

Em matéria publicada no último dia 28, o titular da Emha (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande), Dirceu Peters, disse que as férias dos secretários que compõem o Comitê de Gestão de Crise atrasou a transferência das 300 famílias da Cidade de Deus para uma nova área.

Na manhã desta terça-feira (23), durante reunião do prefeito com catadores na UTR, o prefeito garantiu que a mudança será feita até o fim deste mês, no entanto, manteve sigilo sobre a área de transferência. "Já temos tudo preparado para fazer a mudança dessas pessoas, só falta ultimar os detalhes. Já tem local, só não posso anunciar".

Em dezembro do ano passado o secretário da Emha disse que as famílias irão receber um lote de no mínimo 10 por 20, próximo da Cidade de Deus, no entanto, o local exato ainda não foi informado para evitar possíveis invasões.

Serão transferidas 300 famílias cadastradas na Emha e que atendem aos requisitos exigidos no programa habitacional do governo Federal, Minha Casa, Minha Vida.

Jornal Midiamax