Cotidiano

Pecuarista recebe multa de R$ 35 mil por desmatamento ilegal

Proprietária rural também acabou multada por construção irregular

Midiamax Publicado em 13/11/2016, às 17h29

None
desmatamento.jpg

Proprietária rural também acabou multada por construção irregular

Em Porto Murtinho, município distante 420 quilômetros de Campo Grande, um pecuarista de 34 anos recebeu multa de R$ 35 mil, por desmatamento ilegal. O flagrante foi feito durante operação da PMA (Polícia Militar Ambiental) realizada neste sábado (13), que também autou proprietária rural no município de Cassilânica, por construção irregular.

De acordo com a PMA, o pecuarista desmatou 35 hectarese em sua propriedade, uma fazenda, localizada a aproximadamente 28 km da cidade. Os policiais mediram a área degrada com GPS e constataram que a infração foi feita para plantação de pastagem.

As atividades foram paralisadas e proprietário da fazenda, residente em Dourados, foi autuado administrativamente e multado em R$ 35 mil pelo desmatamento ilegal. O pecuarista também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de três a seis meses de detenção.

Já no município de Inocência, os militares localizaram a degradação de área de preservação permanente, que é protegida por lei. Com uso de máquina retroescavadeira, uma proprietária rural, de 39 anos, construiu tanques de piscicultura, em uma área de nascentes e matas ciliares do córrego Florestinha, sem autorização ambiental.

As atividades também foram interditadas. Pela infração administrativa, a proprietária rural,foi autuada e recebeu multa de R$ 7 mil. Ela também responderá por crime ambiental. Se condenada, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

A infratora ainda foi notificada a apresentar junto ao órgão ambiental estadual um plano de recuperação da área degradada.

Jornal Midiamax