Cotidiano

Paralisação de educadores atinge 34 municípios de Mato Grosso do Sul

Campo Grande e Dourados estão entre eles

Midiamax Publicado em 15/03/2016, às 11h30

None
Foto: Marithê Lopes

Campo Grande e Dourados estão entre eles

Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 34 vão aderir a manifestação nacional, que recomendou paralisação das atividades de hoje (15) até o dia 17 de março. A lista inclui as cidades de Campo Grande, Dourados, Ladário, Nova Alvorada do Sul, Bataguassu e São Gabriel do Oeste.

Os educadores de Corumbá e Três Lagoas não vão parar as atividades porque estão em negociação com os prefeitos. No município de Três Lagoas, por exemplo, os educadores fizeram manifesto na semana passada e se reúnem com a prefeita Marcia Moura (PMDB) na quinta-feira.

Alguns municípios não vão aderir a paralisação, mas farão algum ato em apoio a manifestação, seja com audiência pública ou caminhada. Segundo a Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul, a maioria dos municípios para na quinta-feira.

Os trabalhadores exigem o cumprimento da lei do piso, protestam contra a terceirização, entrega das escolas as organizações sociais, parcelamento de salários, militarização e reorganização das escolas públicas. 

Jornal Midiamax