Cotidiano

Moradores precisam de doações de alimentos em favela da Capital

43 famílias

Diego Alves Publicado em 12/11/2016, às 20h59

None
whatsapp_image_2016-11-12_at_18.20.59.jpeg

43 famílias

Após quatro anos expostos a chuva, lama, ventos, calor, animais peçonhentos, falta de água e dificuldades financeiras, as 43 famílias que persistiram na Cidade dos Anjos agora estão esperançosos com a casa própria que deverá ser entregue no ano que vem, após os trâmites burocráticos.

Os apartamentos prometidos já estão prontos no Jardim Canguru. De mais de 500 famílias que chegaram há quatro anos, apenas 43 ainda continuaram no local. Porém, mesmo com a prometida casa própria, a maioria das famílias passam por dificuldades e qualquer tipo de ajuda, principalmente em relação a alimentos é sempre bem vinda, relatam os moradores.

De acordo com Cristiane da Silva Martins, toda doação é dividida. Moradores ressaltam que atualmente a maior necessidade não é nem em relação a roupas e sim alimentos. Além disso outra preocupação na comunidade, é quando o tempo fecha com ventos fortes.

“Quando venta forte, é pedaço de madeira e telhado voando”, diz o desempregado Alexandro, de 28 anos, que mora em um barraco com a esposa e seis filhos. Já a dona de casa Rubinéia Rocha, de 36 anos, lembra do problema do abastecimento de água. No favela há dois locais de abastecimento, porém, segundo Rubinéia, é constante a falta de água.

“Meus filhos estudam de manhã, eles tomam banho a noite e vão para a escola, e quem estuda de tarde, precisa tomar banho e não tem água? Teve um dia que acabou de manhã e voltou só por volta das dez horas da noite”.

Próximo dali vive a dona Maria de Deus, de 54 anos, que mora sozinha em um barraco e se sustenta com um valor de aproximado de R$ 170 do Bolsa Família. “Compro um botijão de gás e praticamente acaba o dinheiro, e assim vou levando”, diz.

Quem quiser fazer doações principalmente em alimentos, pode entrar em contato com Cristiane pelo número 9 9236-5906, ou ir pessoamente e levar o donativo na comunidade que fica em uma quadra entre as Ruas Gerbeira e Tumbergia no Bairro Jardim das Hortẽncias.

Jornal Midiamax