Cotidiano

Mais uma cidade decreta situação de emergência; já são 30 no total

Em Jateí, pontes e estradas municipais foram danificadas pela chuva

Wendy Tonhati Publicado em 21/01/2016, às 12h11

None
cchuuva.jpg

Em Jateí, pontes e estradas municipais foram danificadas pela chuva

O município de Jateí, a 206 quilômetros de Campo Grande decretou na última quarta-feira (20), situação de emergência por causa das chuvas intensas que atingiram a região. Até o momento, já são 30 cidades na mesma condição. 

Segundo a Defesa Civil Estadual, pelo menos quatro pontes foram danificadas ou destruídas em Jateí, mas o levantamento dos estragos continua sendo feito e esse número pode ser maior. Estradas municipais e vicinais também foram atingidas e existem áreas de difícil acesso onde residem famílias. Não há, até o momento, o pedido de ajuda feito pelo município à Defesa Civil. 

As cidades de Tacuru, Naviraí, Coronel Sapucaia, Amambai, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Iguatemi, Novo Horizonte do Sul, Juti, Aral Moreira, Eldorado, Itaquiraí, Japorã, Deodápolis, Mundo Novo, Bela Vista, Laguna Carapã, Vicentina, Taquarussú, Guia Lopes da Laguna, Dois Irmãos do Buriti, Jardim, Ivinhema, Campo Grande, Batayporã, Caracol, Fátima do Sul, Miranda e já haviam decretado situação de emergência.

Governo Federal

Na última terça-feira (19), a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu a situação de emergência de mais quatro município de Mato Grosso do Sul. Foi reconhecida a situação de emergência em Bela Vista, Deodápolis, Laguna Carapã e Mundo Novo. 

O Governo Federal já havia reconhecido a situação de emergência de Amambai, Aral Moreira, Caarapó, Coronel Sapucaia, Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Juti, Naviraí, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru.

Com o reconhecimento, os municípios podem receber recursos federais para auxiliar na reconstrução de pontes e outros estragos causados pelas chuvas que atingem o Estado desde dezembro do ano passado. 

Interior

Na região oeste do Estado, em Aquidauana, Dois Irmãos do Buriti e Miranda, 150 pessoas ficaram desabrigadas. Em Naviraí, a Defesa Civil condenou alguns imóveis, 13 famílias tiveram de deixar suas casas. Em Taquarussu 102 famílias ficaram ilhadas no assentamento Bela Manhã. O município recebeu cesta básicas, água potável e kits de limpeza e higiene.

Nesta semana, a governadora em exercício, Rose Modesto esteve em Miranda e Aquidauana entregando kits de higiene, de limpeza, colchões e cestas básicas aos desabrigados.

Adiamento das aulas

Na quarta-feira (13), o presidente da Assomassul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Juvenal Neto (PSDB), sugeriu ao governador Reinaldo Azambuja que o ano letivo das escolas estaduais seja adiado do dia 15 de fevereiro para o dia 29 do mesmo mês. Segundo Juvenal, as prefeituras do interior alegam que, em decorrência das fortes chuvas desde novembro de 2015, o transporte dos estudantes seria prejudicado.

Jornal Midiamax