Cotidiano

Integrantes do Fórum Dialoga discutem reajuste salarial dos servidores estaduais

Servidores querem reposição de 16,14% nos vencimentos

Midiamax Publicado em 31/03/2016, às 14h13

None
img-20160331-wa0057.jpg

Servidores querem reposição de 16,14% nos vencimentos

Cerca de 40 presidentes de entidades que representam os servidores públicos estaduais participam nesta quinta-feira (31) de uma reunião, a portas fechadas, com o Governo do Estado para discutir a reposição salarial das categorias. As entidades que integram o Fórum Dialoga querem reposição de 16,14% nos vencimentos. Os valores correspondem apenas as perdas inflacionárias.

Vice-presidente do Sintss (Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social de MS), Ricardo Bueno, que aguardava do lado de fora da reunião, criticou o fato de a sessão ser fechada. “Se fosse vir algo positivo a reunião era aberta. Não vamos poder participar”, critica.

Segundo ele, o servidores estão descontente por não participarem da reunião e vão se reunir, em Assembleia Geral, para definir juntos o que esperam das negociações. “Todos estão lutando pela mesma causa”, diz.

O presidente do Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de MS), André Santiago, também protesta e pontua que o servidor merece o reajuste inflacionário. “Estamos pedindo op reajuste de 16,14%, apenas o que se perdeu com a inflação. Os servidores da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário ) têm passado por um período de luta, desde dezembro de 2014 estamos sem reajuste”, pontua.

Os servidores ainda pontuaram que na segunda-feira (28), o Fórum dos Servidores Públicos Estaduais protocolou um ofício pedindo a reposição inflacionária de 16,14%, com base no Dieese (Departamento Sindical de Esteatítica e Estudos Sócio Econômicos Regional de MS)

Ao todo, cerca de 50 servidores estão na entrada da SAD (Secretaria Estadual de Administração) aguardando o resultado da reunião. Somente os presidentes das entidades, que compõem o Fórum, estão participando da sessão. Um equipe da governadoria, incluindo a vice-governadora Rose Modesto, o secretário de Administração do Estado, Carlos Alberto de Assis, e o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, também estão na reunião.

Jornal Midiamax