Mariluce Bittar foi pesquisadora na e faleceu em 2014

O Governador do Estado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), decretou nesta segunda-feira (19) a criação do Centro de Formação e Pesquisa Profª Drª Mariluce Bittar, em . Mariluce foi professora da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e atuava no mestrado e doutorado em Educação da universidade. Faleceu em fevereiro de 2014, vítima de um câncer no cérebro.

A fundadora do PT em Mato Grosso do Sul recebeu o título de doutora “honoris causa” em 2015, concedido a pessoas de destaque de diversas áreas de estudo equivalente a um doutorado. A homenagem foi entregue ao fotógrafo André Bittar, filho de Mariluce. Na cerimônia, que ocorreu no auditório da UCDB, também esteve presente o deputado federal Márcio Bittar, do PSDB do Acre, irmão da doutora.

Mariluce sempre voltou suas pesquisas para as políticas públicas e em favor de grupos historicamente excluídos. Também recebeu homenagem do Estado ao dar nome à primeira escola de assistência social do páis, a SUAS/MS Mariluce Bittar (Escola do Sistema Único de Assistência Social Mariluce Bittar), criada em 2015.

Não existe, atualmente, outro Centro de Formação e Pesquisa no Mato Grosso do Sul. O Governo de MS não divulgou datas de quando será inaugurada a instituição, que será administrada e receberá recursos da SED (Secretaria de Estado de Educação).