Cotidiano

Funcionários da Omep e Seleta farão protesto contra demissões neste sábado

Na Praça Ary Coelho

Diego Alves Publicado em 16/12/2016, às 23h12

None

Na Praça Ary Coelho

Funcionários tercerizados da Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária e Omep (Organização Mundial Para Educação Pré-Escolar) farão um manifesto às 9 horas deste sábado (16) na Praça Ary Coelho em Campo Grande. Os manifestantes contam com a participação  de aproximadamente mil pessoas no ato. 

Estarão presentes trabalhadores que até então prestavam serviço na SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social),  Ceinf(Centro de Educação Infantil),  CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e Creas (Centro de Referência

Especializada de Assistência Social). Segundo os terceirizados, a Senalba já havia marcado uma manifestação para a próxima segunda-feira (19). "Não dá para esperar, nós vamos fazer esse protesto de funcionários amanhã", disse uma servidora que prefere não se identificar.

Fim de convênio

A Justiça determinou nesta quinta-feira (15) a extinção dos convênios entre a prefeitura de Campo Grande e a Seleta. De acordo com a decisão do juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais de Campo Grande, todos os funcionários devem deixar seus postos de trabalho sob pena de multa de R$ 10 mil por pessoas que descumprir a decisão. Ao todo são mais de 4,3 mil servidores terceirizados contratados via Seleta e OMEP. A Prefeitura informou em nota que ainda não foi notificada.

Na tarde desta quinta-feira (15) o promotor de Justiça Marcos Alex Vera entrou com pedido de rompimento dos convênios,  demissão dos funcionários , além da convocação de aprovados em concursos públicos para suprir tais vagas. 

Jornal Midiamax