Cotidiano

Funcionárias de creche no Universitário paralisam atividades por falta de pagamento

Trabalhadoras esperam salário de setembro

Midiamax Publicado em 26/10/2016, às 15h38

None
manifestacao_recreadoras_-_whatsapp_1.jpg

Trabalhadoras esperam salário de setembro

Funcionários do CEI (Centro de Educação infantil) João Paulo II (Associação Clube de Mães Unidos Venceremos e Associação João Paulo II), localizado na Rua Júlia Pereira de Souza, no Jardim Universitário, em Campo Grande, interromperam os serviços por falta de pagamento. O local atende aproximadamente 150 crianças. 

Segundo a presidente do Senalba-MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional do Estado), Maria Joana Barreto Pereira, as atividades foram interrompidas na terça-feira (25), porém, apenas na manhã desta quarta-feira (26), a decisão foi oficializada e entregue à administração da creche. "Elas estão sem receber e por isso pararam de trabalhar", justifica.

Uma das funcionárias, que preferiu não se identificar, afirma que ela e as demais trabalhadoras ainda não receberam os salários de agosto e setembro. "Não recebemos e estamos aguardando. A administração fala que o repasse foi feito, porém, estão aguardando o cronograma de pagamento. Assim fica muito difícil. Eu ainda tenho marido que segura as pontas em casa, mas muitas das minhas colegas são chefes do lar", observa.Funcionárias de creche no Universitário paralisam atividades por falta de pagamento

De acordo com o Senalba-MS, o CEI é mantido com recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). Maria Joana afirma que a verba é bimestral e que este seria um dos motivos do atraso no pagamento das funcionárias. 

Nesta manhã, cerca de 10 funcionárias fizeram uma manifestação na frente da creche. A presidente do Senalba afirma que até o momento não há previsão de pagamento.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura para obter um posicionamento sobre o fato, porém, devido ao horário, os questionamentos ainda não foram respondidos. 

Jornal Midiamax