Cotidiano

Fenaban oferece reajuste de 6,5% e bancários entram em greve na terça

Categoria quer reajuste de quase 15% e recebeu proposta de 6,5%

Ludyney Moura Publicado em 05/09/2016, às 19h29

None
img-20151006-wa0016_0_1.jpg

Categoria quer reajuste de quase 15% e recebeu proposta de 6,5%

Bancários de todo o país prometem entrar em greve a partir de amanhã, terça-feira (6), e o sindicato da categoria em Campo Grande e região deve vai definir ainda nesta segunda-feira (5), os detalhes do movimento na Capital.

Segundo a secretária-geral do sindicato dos bancários de Campo Grande e Região, Neide Maria Rodrigues, a expectativa é de receber apoio da categoria. “Vamos saber da adesão por volta das 10h ou 11hs da manhã de amanhã”, contou.

O Jornal Midiamax já havia revelado sobre a paralisação da categoria após assembleia do sindicato, realizada na última quinta-feira.

De acordo com  Agência Brasil, a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) havia proposta um reajuste de 6,5% e abono de R$ 3 mil, que não incide sobre os salários, nem sobre o FGTS, as férias ou o décimo terceiro.

Os bancários pedem 14,78%, e afirmam que o valor oferecido não cobre sequer a inflação do período, que ficou em 9,57%. A categoria também apresentou propostas como reposição inflacionária de 5%, antecipação e reajuste na participação dos lucros, aumento do piso salarial, aumento do vale-alimentação, melhores condições de trabalho e plano de carreira.

O sindicato divulgou uma nota sobre. Confira na íntegra:

SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS DE CAMPO GRANDE-MS E REGIÃO, por seu Presidente, para cumprimento das exigências contidas na Lei nº 7.783/89, avisa a todas as Instituições Financeiras públicas e privadas, usuários de seus serviços e a população em geral, que os empregados pertencentes à categoria bancária, em assembleia realizada em 01/09/2016 deliberaram em paralisar suas atividades a partir da 00h00 do próximo dia 06/09/2016 por prazo indeterminado.

Jornal Midiamax