Cotidiano

Fazendeira negocia com índios e impede ocupação de área em Dourados

Na Perimetral Norte em Dourados

Diego Alves Publicado em 29/06/2016, às 01h52

None
5772c04edac5e9867994f3a43d8734c5f80aba1b86d34.jpg

Na Perimetral Norte em Dourados

Índios tentaram ocupar uma propriedade rural na região da Perimetral Norte em Dourados na tarde desta terça-feira (28). De acordo com a Polícia Militar, o grupo tentou fazer a ocupação, mas desistiu após negociar com a proprietária.

"Recebemos a informação do advogado da proprietária de que ela mesma teria impedido que entrassem e assim foram embora. Não sabemos ao certo quantos eram", disse ao site Dourados News, o comandante da Polícia Militar em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva. Onze áreas da mesma região estão ocupadas desde março deste ano.

Ocupação em Aquidauana

Uma audiência na tarde no último dia 6 na Justiça Federal ouviu indígenas terenas e a proprietária da Fazenda Capão das Araras, de Aquidauana – a 140 quilômetros de Campo Grande. Ela pediu a reintegração de posse da área que fica dentro da reserva Taunay-Ipegue, onde famílias indígenas ocuparam no dia 13 de maio.

De acordo com o engenheiro da Funai (Fundação Nacional do Índio), Jose Revina, já foram ouvidas quatro indígenas, além do gerente, capataz e proprietária da fazenda. A propriedade de 2,4 mil hectares fica dentro da reserva Taunay-Ipegue, de 33,9 mil hectares, que portaria do Ministério da Justiça publicada no dia 2 de maio no Diário Oficial da União declarou terra indígena.

O processo demarcatório da área, iniciado em 1985 pela Funai, já resultou em uma série de conflitos entre indígenas e os produtores rurais das 17 fazendas que ficam na área.

Jornal Midiamax