Cotidiano

Famílias criam ‘favela” em área de transferência de moradores da Cidade de Deus

Local é classificado como área de risco

Ana Paula Chuva Publicado em 09/05/2016, às 18h41

None
img-20160509-wa0108.jpg

Local é classificado como área de risco

Cerca de 10 famílias invadiram uma área classificada, pela prefeitura como área de risco, mas que seria destinada para área de lazer, no bairro Vespasiano Martins, local para onde forma transferidas algumas famílias da antiga Cidade de Deus. A guarda municipal está no local, e os moradores em frente aos barracos. O fato da área estar dividida com padrões de energia, mesmo sendo classificada como de risco, deixa os invasores resistentes a sair de lá.

Débora da Silva, 30 anos, era moradora da Cidade de Deus, porém o marido se envolveu com tráfico de drogas, então ela precisou sair da favela antes da entrega dos lotes, e como está precisando de uma casa, é uma das pessoas que invadiram o local.

Já o casal, Franciane Gome, 17 anos e Rairo Ibarrola, 18 anos, tinha um barraco na Cidade de Deus, mas não foram contemplados com lotes, pois não atenderam todos os requisitos necessários. “No sábado uma equipe da guarda veio na área para apurar o que estava acontecendo, hoje às 9 horas chegaram mais equipes da guarda e funcionários da prefeitura”, afirmou Franciane.

Rodrigo e Mariana, antigos líderes comunitários da Cidade de Deus, disseram que estão apoioando as famílias “Se não fosse para ninguém invadir, deveriam ter cercado a área, todos aqui precisam de um local para morar”, disse Rodrigo.

A comunidade espera uma resposta da prefeitura até às 17h.

(Sob supervisão de Marta Ferreira)

Jornal Midiamax