Cotidiano

Família pede ajuda para custear funeral de campo-grandense morta no DF

Enterro será em Campo Grande

Midiamax Publicado em 26/10/2016, às 16h01

None
acampamento_brasilia.jpeg

Enterro será em Campo Grande

Familiares pedem ajudar para enterrar Lindalva da Silva de Souza, de 41 anos, que morreu no fim da tarde dessa terça-feira (25). Ela é uma das vítimas do temporal que atingiu um grupo de Campo Grande que estava acampado na frente da Esplanada dos Ministérios, no último dia 18, em Brasília (DF). 

Conforme as informações, Lindalva fazia parte do movimento social  FNL (Frente Nacional de Luta). Durante o temporal parte metálica de uma das tendas caiu e atingiu a cabeça da vítima. Ela sofreu traumatismo craniano e estava internada no HBDF (Hospital de Base do Distrito Federal). 

O óbito foi confirmado por familiares na manhã desta quarta-feira (26). Valdenir Silva Santana, de 27 anos, sobrinho da vítima, afirma que a família conseguiu parte do dinheiro necessário para trazer o corpo de Brasília para Campo Grande, porém, ainda faltam R$ 1.800,00. O valor precisa ser arrecadado até as 17 horas de hoje.

"Conseguimos quase tudo, mas ainda faltou essa quantia para liberar os documentos e tudo que precisa para enterrarmos a minha tia", lamenta. Interessados em ajudar podem entrar em contato com Valdenir pelo telefone (67) 9 9113-2284.

Jornal Midiamax