Cotidiano

Família aluga carro de som e promete R$ 1 mil para quem achar Cacau

Casal deixa Campo Grande no domingo 

Evelin Cáceres Publicado em 19/12/2016, às 14h40

None
carol_1.jpg

Casal deixa Campo Grande no domingo 

Poucos dias após ter chegado a Campo Grande para passar o Natal com a família, um casal acabou perdendo a cachorrinha Cacau, de pouco mais de dois anos, na região do bairro Panamá, no último dia 13. Para tentar achá-la antes de voltar a São José do Rio Preto, eles não pensaram duas vezes em alugar carro de som e até oferecer uma recompensa de R$ 1 mil para quem encontrar a lhasa apso.

Quem conta a história é Carol Guerra, irmã da dona da Cacau. A história com a cachorrinha justifica o desespero da família. “Minha irmã é muito apegada a ela. Quando foi morar longe, sem ninguém  da família, ela pegou a cachorra para fazer companhia a ela. E virou um grude, um amor que não tem como a gente explicar. Eles sempre viajam juntos”.

Com a proximidade do fim da estadia da família na Capital, que se encerra no próximo domingo (25), todos resolveram ajudar a encontrar Cacau.

“Fizemos panfletagem pelas ruas, alugamos carro de som e nada de aparecer a cachorrinha. Como ela está sumida há seis dias, meu cunhado resolveu oferecer esta recompensa de R$ 1 mil para quem achar. Porque se foi alguém que pegou e não quer devolver, pensa melhor e percebe que pode comprar uma mesma cachorra com esse valor, deixando minha irmã ficar com a dela. Agora eles têm um bebê também, então todos ficaram muito chateados com o sumiço e preocupados”, diz Carol.

A família não sabe se a cachorra escapou de casa ou se foi pega. “Ela estava na casa da minha mãe e quando saíram para trabalhar com o carro, pode ser que ela tenha fugido. Fomos perceber na metade da manhã que ela não estava mais lá”, lamenta.

Todos da casa divulgaram o caso por grupos de WhatsApp e Facebook. “Estamos tentando de tudo e temos esperança em encontrá-la”.

A Cacau é uma lhasa apso de cor branca e caramelo, que desapareceu pela manhã do dia 13 em frente à praça do Jardim Panamá. A cachorrinha estava com uma coleira vermelha, não tem o rabinho e manca na pata traseira direita quando corre. Quem tiver informações sobre a cachorra pode ligar para (67) 9 9101 6629/ (67) 9 9986 6120/ (67) 3362 0151

Jornal Midiamax