Cotidiano

Energisa revela que conta de luz vai subir mais de 7% já em abril

Para residenciais o aumento é de 7,40%

Ludyney Moura Publicado em 05/04/2016, às 13h56

None
energia10.jpg

Para residenciais o aumento é de 7,40%

O consumidor sul-mato-grossense terá mais um aumento nas contas a partir deste mês de abri. A Energisa, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica no Estado, revelou que a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou seu índice de Reajuste Tarifário Anual, com média de 7,19%.

O reajuste passa a valer a partir de 8 de abril, e os chamados ‘consumidores de baixa tensão’, residenciais, terão um acréscimo na conta de luz de 7,40%, enquanto os ‘consumidores de alta e média tensão’, indústrias, por exemplo, vão pagar 6,75% a mais na tarifa de energia elétrica.Energisa revela que conta de luz vai subir mais de 7% já em abril

A concessionária sul-mato-grossense alega que do índice médio, 7,19%, 2,92% são destinados à Energisa, enquanto o restante, 4,27%, são referentes aos chamados ‘Custos de Aquisição e Transporte de Energia Elétrica e Encargos Setoriais’, que a empresa revela não ter controle.

A Energisa também informa que o valor do reajuste autorizado pela Aneel para o consumidor sul-mato-grossense é menor que a variação do IGP-M (de 11,56%) e do IPCA (de 9,51%) dos últimos 12 meses, índices levados em conta para medir a inflação do período.

Outra dado importante divulgado pela empresa, é que do percentual total que compõe a fatura de energia paga pelo cidadão, 41,15% são referentes a impostos e encargos setoriais, como ICMS e PIS, 35,39% referentes à geração e transmissão de energia e 23,46% da distribuição, o que é controlado pela Energisa.  

Jornal Midiamax