Depois de ingerir bebida, leitor disse que passou mal por 5 dias

A denúncia do empresário Abraão Diniz Jr., 35 anos, que passou mal por cinco dias após tomar uma Coca Cola, foi contestada pela Femsa Brasil, que garante que rigorosos procedimentos de higiene impedem a presença de larvas na bebida. Conforme o consumidor, a bebida foi comprada no sábado (7), em uma panificadora, do bairro Santa Luzia, e depois de tomar um copo cheio da bebida visualizou larvas na embalagem.

O empresário alegou que depois de tomar o líquido teve diarreia e fortes dores abdominais. Indignado com a situação, procurou a empresa aqui em Campo Grande, por telefone, mas a resposta foi ainda pior que o problema. “Entrei em contato com a Coca Cola para ver se havia uma forma de me ressarcirem ou se justificarem sobre o ocorrido. Foram super grosseiros. Me disseram: como o senhor não olha antes de tomar. A empresa tem obrigação de apresentar um produto de qualidade”, critica.

Ele ainda conta que a Femsa Coca Cola, se ofereceu a ir até a casa dele e trocar o produto por outro. O que ele não quis, mediante do ocorrido. “Disse que não queria, que estava com nojo, e esperava mais. No mínimo um pedido de desculpa. Me disseram que Lei do Código de Consumidor era trocar pelo mesmo produto”, afirma.

O empresário diz ter também procurado a Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) para registrar a denúncia, mas foi informado de que não poderia fazê-la porque o produto não estava mais lacrado. “Disseram que não poderia registrar porque a Coca não estava lacrada”, reclama.

O Jornal Midiamax indagou a Femsa Coca Cola, que informou por meio de nota que todo o processo de fabricação de seus produtos, desde a recepção da matéria-prima e embalagens até seu final encaixotamento, segue rigorosos procedimentos de higiene, que impede a presença do problema alegado pelo consumidor, e garantem os mais altos padrões de excelência em qualidade dos nossos produtos.
 
Sobre o caso relatado, a FEMSA Brasil informou que retornou o contato com o consumidor no dia 13/05 e, mesmo sem realizar a análise técnica do produto para identificação da causa do suposto problema, foi oferecida a sua troca, em atenção ao respeito e cordialidade que costumam pautar a relação com seus consumidores.
 
A companhia reafirma seu compromisso com a qualidade e com o bem-estar de seus consumidores, colocando-se sempre à disposição para atendimento pelo 0800 0212121, ou ainda, convidando o consumidor à visitar nossa fábrica, para que conheça todo o processo produtivo e os nossos padrões de qualidade, que impossibilitam ocorrências desta natureza.