Cotidiano

Corpos de advogada e engenheiro vítimas de acidente vão ser cremados

Monomotor caiu em fazenda no interior do Paraná

Midiamax Publicado em 26/02/2016, às 19h10

None
foto07-_jane_e_paulo.jpg

Monomotor caiu em fazenda no interior do Paraná

Os corpos da advogada Jane Resina Fernandes de Oliveira e do marido, o engenheiro Paulo César de Oliveira, vão ser cremados e ainda não há informação se haverá algum tipo de funeral. Os dois morreram na manhã desta sexta-feira (26) na queda de um avião monomotor, na zona rural da cidade de Jaguapitã, no Paraná.

As vítimas seguiam de Campo Grande para Londrina, quando o acidente aconteceu.

O monomotor, que tem apenas dois lugares, era pilotado por por Paulo. De acordo com a polícia, não se sabe a causa do acidente e o caso será encaminhado para a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Jane era sócia fundadora do escritório de advocacia Resina&Marco. O marido era engenheiro e sócio em uma empresa.

A morte dela provocou comoção principalmente entre os advogados. A OAB divulgou nota lamentando o acidente e classificando a perda como “irreparável”.

Jornal Midiamax