Cotidiano

Com ventos de quase 50 km/h, chuva causa estragos em Campo Grande

Saída de Cuiabá foi onde mais choveu

Diego Alves Publicado em 26/10/2016, às 21h47

None
capa1.gif

Saída de Cuiabá foi onde mais choveu

Com ventos de 48,6 Km/h, a chuva de aproximadamente trinta minutos alagou ruas, casas, derrubou fiação elétrica, árvores e causou diversos estragos em Campo Grande, no final da tarde desta quarta-feira (26). 

De acordo com o meteorologista Natálio A. Filho, a saída para Cuiabá foi uma das regiões que mais choveu, com 42,5mm. Ainda de acordo com o meteorologista, na região do Shopping Campo Grande choveu 22,8mm, Moreninhas, 12,8mm, Cabreúva, 29,0mm, Maria Aparecida Predossian, 32,5mm, Caranda Bosque…18,0mm e região do Aeroprto, 11,8mm.

Logo que começou a chover,  já hávia registros de alagamento e problemas no trânsito, além de feridos, em um acidente provocado pela força do vento, que derrubou a vidraça de uma concessionária sobre duas pessoas.
Áreas de instabilidade já deixavam o dia nublado desde o início da manhã. A chuva anuncia a chegada de uma frente fria, a partir desta quinta-feira (27) em Mato Grosso do Sul.

O meteorologia já  havia dado alerta para as fortes rajadas de vento e descargas elétricas previstas para hoje. Alagamentos foram registrados em várias regiões da cidade. Na Avenida Mato grosso, a água invadiu canteiros, derrubou motos e um bueiro 'estourou'.  Há registro de alagamentos, também, no bairro Tiradentes, no Santo Antônio e no Estrela Dalva. 

No Conjunto José Abrãao uma casa foi alagada, no Bairro Piratininga houve queda de árvore, assim como no Centro, na Rua Alagoas. Também no Centro, a fiação de energia elétrica caiu na Rua 13 de maio, segundo coordenador da Defesa Civil, Walmir Barbosa Lima. No centro, a chuva escureceu a cidade mais cedo e o trânsito ficou prejudicado. 
O temporal chega 3 dias depois da chuva forte, no domingo, que provocou estragos na cidade toda e deixou sete bairros sem energia.

Jornal Midiamax