Cotidiano

Com servidores em greve, limpeza nas escolas ‘sobra’ para aluno e professor

Profissionais também cozinham nas unidades

Midiamax Publicado em 07/04/2016, às 20h01

None
6859bab6-51f8-41e4-ac5b-a401307df0f9.jpg

Profissionais também cozinham nas unidades

Professores das escolas municipais Irene Szukala, no Jardim das Hortências e Wilson Taveira, no Conjunto Habitacional Aero Rancho, ambas em Campo Grande afirmam que estão sendo obrigados a fazer a limpeza das unidades, juntamente com os alunos. A justificativa utilizada pelas direções das escolas é a greve dos administrativos.

Além da greve, professores que preferem não se identificar, afirmam que as direções das escolas disseram que estão “protegendo” seus cargos de confiança.

Depois de limparem as salas e corredores da escola, os professores ressaltam ainda, que estão perdendo seus horários de planejamento, para cozinhar na unidade educacional.

“Não somos obrigados a isso, mas essa situação está ficando insuportável, pois quando os professores estão em greve, o administrativo não pode dar aula em nosso lugar”, disse uma das professoras.

O Jornal Midiamax questionou a prefeitura sobre as denúncias, mas até o momento não obteve respostas.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

(Com supervisão de Marta Ferreira) 

Jornal Midiamax